01
set
15

Manchester City investe nos melhores

PAY-Kevin-De-Bruyne-signs-for-Manchester-City

De Bruyne chega ao Manchester City para comandar o meio campo

O Manchester City gastou caminhões de dinheiro na janela de transferências, isso todos já sabem, não é mais notícia. Desde que o time foi comprado por um bilionário, o time faz propostas irrecusáveis por diversos jogadores. Mas, ao contrário de outras janelas, a comissão técnica pensou um pouco mais antes de investir. Antes de fazer suas propostas para os jogadores da moda, a procura pelos dados foi mais importante em 2015.

O City fez três contratações de peso para a temporada 2015/16: Sterling, Otamendi e De Bruyne. Por mais que o clube tenha mudado a filosofia de compras, as velhas tradições ainda sondam o clube. Sterling, jovem promessa do futebol inglês, foi contratado pela bagatela de 70 milhões de euros. Ele é novo, fez boas temporadas, porém, não venceu títulos e não marcou gols decisivos. Chega a ser absurdo se compararmos com outros jogadores, como Zidane que custou 67 milhões de euros ao Real Madrid, Figo custou 55 milhões de euros também ao Real e Pedro, campeão de tudo pelo Barça e seleção, que custou 27 milhões de euros.

Mas as outras duas contratações foram diferentes, o que de esperança de mudança e que o clube pode brigar pelos títulos europeus. A primeira negociação foi com o argentino Otamendi, ex-Valencia. A diferença de contratar ele e Sergio Ramos ou Hummels é que o argentino foi o melhor zagueiro do campeonato espanhol. O Valencia ficou em quarto lugar e o zagueiro desbancou Ramos, Piqué e Godin. Ótimo na jogada aérea ofensiva e teve uma ótima média de desarmes. Ele e Mustafi foram responsáveis pela melhor zaga do Valencia desde 2003/04.

A segunda negociação foi de Kevin De Bruyne, ex-Wolsfburg. O belga levou os lobos os vice-campeonato da Bundesliga e aos títulos da Copa e da Supercopa da Alemanha. Foi o jogador que mais deu passes para o gol na Europa, superando Fabregas e Messi. Foi o destaque da Bundesliga. É um pouco de moda contrata-lo, porém, é um jogador que dará ainda mais técnica ao meio campo de City e irá tirar os velocistas do time, deixando um time mais cadenciado. O meio campo será formado, provavelmente, por Fernandinho e Touré como volantes e David Silva, Sterling e De Bruyne na linha ofensiva, deixando Aguero como referência. Mesmo com Sterling jogando pelos flancos e puxando contra ataques, o time não dependerá disso e tocará mais a bola. Ao contrário do rival United na temporada passada, que dependia dos pontas para armar os ataques.

Com a diretoria contratando jogadores com mais qualidade técnica e se desfazendo de jogadores de altos salários, como Dzeko e Jovetic, Manuel Pellegrini possui um elenco com mais força para brigar na Uefa Champions League. Caiu em um grupo cascudo com Juventus, Sevilla e Monchengladbach.

A temporada começou bem. O time está invicto na Premier League com 12 pontos e lidera a competição. Seus candidatos diretos tropeçaram na última rodada (derrota do Chelsea, derrota do United, derrota do Liverpool). Pode ser uma temporada positiva para o City.


0 Responses to “Manchester City investe nos melhores”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Categorias

Gabriel Mecca

Mecca Esportes
Para ficar por dentro do que acontece nos esportes no Brasil e no Mundo.

Número de Visitas

  • 161,756 hits

Me segue no twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Ocioso


%d blogueiros gostam disto: