09
jun
15

Elenco se une e constrói um dos melhores times da história

O trio se uniu no momento mais decisivo da temporada

O trio se uniu no momento mais decisivo da temporada

Se alguém perguntasse qual foi o jogo mais importante na temporada para o Barcelona, qual você responderia? Contra Juventus? Real Madrid? Atlético Bilbao? Ou o Atlético de Madrid? Todos esses seriam ótimos palpites, mas em questão de união de elenco e comprometimento o jogo mais importante foi contra a Real Sociedad, em janeiro, quando o time foi derrotado por 2 a 1. Esse jogo mudou o rumo da temporada catalã.

Mas porque será que uma derrota pode ter mudado tanto? A resposta é simples. O time vivia uma tensão enorme no começo do ano. Problemas de diretoria estavam sendo expostos, como a negociação de Neymar, que o fisco espanhol está de olho e o Barcelona está desembolsando muito mais dinheiro do que necessário. As polêmicas negociações com Douglas e Vermaleem, que chegaram ao clube e não completaram 90 minutos na temporada. A saída do dirigente de futebol.

Além dos problemas de diretoria, os problemas de vestiário estavam sendo expostos na mídia. Messi e Luis Enrique não se entendiam no vestiário e muito se especulou sobre a saída do argentino. Neymar era substituído frequentemente nas partidas e o brasileiro mostrou sua insatisfação publicamente. Daniel Alves, um dos pilares do time, também se incomodou com alterações e não teve vergonha de mostrar que não ficava feliz.

Com todos esses problemas e vendo que o rival, Real Madrid, estava voando na temporada (vinha na sequencia históricas de vitórias consecutivas, líder do campeonato, e vencia há pouco o mundial), o elenco tinha duas opções: continuar daquela maneira e ver os merengues dominando o país e o continente mais uma vez, ou se unir e começar a jogar como um time.

A partir daí, os jogadores mudaram a mentalidade do time. Mostraram um maior nível de concentração e entrosamento. Messi, Neymar e Suarez se entendiam cada vez mais dentro de campo. O que era um problema em outras temporadas, nessa, o sistema defensivo não foi. A melhor defesa do campeonato espanhol, que sofreu apenas 19 gols nos pontos corridos, sendo quatro para o Real Madrid. Logo, a equipe quinze gols em 36 partidas, média de 0,41 gol por jogo.

Outra mostra que o time realmente se uniu pelo bem do Barcelona era nos momentos de comemorações. Quando o banco de reservas vibra da mesma maneira que os jogadores em campo no momento do gol, explicita que a sintonia do elenco está ótima.

Um elenco unido e comprometido é a grande chave para um clube obter sucesso em questão de títulos. Times rachados podem vencer? Podem. Porém, é muito difícil que haja sequência de trabalho em alto nível. O Barcelona promete continuar com esse excelente trabalho por mais temporadas.


0 Responses to “Elenco se une e constrói um dos melhores times da história”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Categorias

Gabriel Mecca

Mecca Esportes
Para ficar por dentro do que acontece nos esportes no Brasil e no Mundo.

Número de Visitas

  • 161,765 hits

Me segue no twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Ocioso


%d blogueiros gostam disto: