10
fev
15

O Real de 2012 e o Real de 2015

698-jose-mourinho-with-carlo-ancelotti-in-real-madrid-vs-chelsea

O título parece estranho, mas o texto vai justifica-lo. É uma breve comparação do Real Madrid no segundo ano em que José Mourinho estava no comando do time e agora, que Ancelotti está no meio da segunda temporada. E por incrível que pareça, existe algumas semelhanças dos times, e com certeza há diferenças.

No final de janeiro de 2012, o time de comandado por José Mourinho, igual o de Ancelotti, era líder do campeonato espanhol, mas havia um problema, um mês antes, havia perdido para o Barcelona, em casa e de virada, por 3 a 1, fora o show de futebol que o time comandado por Pep Guardiola na época. Mesmo com a liderança, havia muitas desconfianças, porque a equipe da capital também tinha sido eliminado na Copa do Rei pelo mesmo Barcelona após uma derrota e um empate.

A semelhança com a equipe comandada por Carlo Ancelotti é quase toda. O time hoje também é líder do campeonato e tem o melhor ataque da competição, mas sofre com desconfiança, já que perdeu para o Atlético de Madrid duas vezes no campeonato e uma por 4 a 0, fora o show. O time também foi eliminado da Copa do Rei pelo mesmo Atlético com uma derrota e um empate.

A fase do time em 2012 era praticamente igual a de agora. Mas a semelhança não é só a dos resultados do gramado. Parte da torcida, em 2012, fazia duras criticas a Cristiano Ronaldo, pelo fato do português não conseguir desequilibrar as partidas mais difíceis do clube, como os jogos contra o Barcelona. Hoje o questionamento é quase o mesmo, mas não pelo fato de não se impor em jogos grandes, mas sim, por depois que ganhou a sua terceira bola de ouro as atuações começaram a cair de nível. Nesse último mês de janeiro, ele marcou apenas três gols e ainda foi expulso, pegando dois jogos de suspensão.

A grande diferença desses dois elencos era com certeza o número de opções. O elenco em 2012 tinha mais recursos do que hoje. No ataque tinha dois atacantes que marcavam quase que a mesma quantidade de gols na temporada, Benzema e Higuain. Hoje, Chicharito não tem a mesma competência. Só de meias ofensivos, em 2012, Mourinho contava com Özil, Di Maria e Kaká. Hoje conta com Isco e Bale. Defensivamente não dá para falar a mesma coisa. Na época o time tinha Ramos, Pepe (como hoje) e Albiol, hoje no Napoli. Hoje tem Varane, bem mais talentoso.

A principal diferença entre os dois times, com certeza, é o vestiário. Todos sabem que Mourinho não se dava bem com alguns jogadores do Real Madrid e muito problema dentro de campo por conta disso. Um dos trunfos de Ancelotti foi praticamente unir o elenco e tornar um grande time. Isso levou os merengues a conquista de la décima.

Se acontecer tudo o que aconteceu de novo, o Real vai se recuperar e Cristiano Ronaldo, para variar, vai ser o protagonista. Naquela temporada, o time da capital venceu a Liga e foi eliminado nas semifinais da Liga dos Campeões. É sentar e aguardar.


0 Responses to “O Real de 2012 e o Real de 2015”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Categorias

Gabriel Mecca

Mecca Esportes
Para ficar por dentro do que acontece nos esportes no Brasil e no Mundo.

Número de Visitas

  • 161,756 hits

Me segue no twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Ocioso


%d blogueiros gostam disto: