02
fev
15

Primeira rodada sem sustos para os grandes paulistas

Comemoração na fácil vitória do São Paulo e marca histórica para Luis Fabiano (foto: Portal Terra)

Comemoração na fácil vitória do São Paulo e marca histórica para Luis Fabiano (foto: Portal Terra)

A temporada do futebol brasileiro começou no último final de semana. Diferente dos anos anteriores, os clubes tiveram mais tempo de pré-temporada e puderam preparar melhor seus times. Esse, com certeza, é um dos motivos que os quatro grandes paulistas não tiveram dificuldades para vencer seus adversários da abertura do campeonato paulista.

O primeiro jogo do campeonato paulista foi entre Audax e Palmeiras. O Audax era o mandante, mas o jogo foi realizado na Allianz Parque (coisas que só acontecem no Brasil). O verdão não teve nenhuma dificuldade no primeiro tempo, em 15 minutos, fez dois a zero e poderia ter feito mais se Maikon Leite não tivesse perdido um gol praticamente feito. O Audax tentou impor sua proposta ousada de jogo, que é jogar no mesmo perfil do Barcelona, com muito toque de bola e menos chutões ou lançamentos. A proposta claramente deu errada. O maior exemplo disso foi o terceiro gol do time alviverde. O Audax tinha oito jogadores na saída de bola e sofreu uma forte marcação pressão. Houve a tentativa de sair jogando, mas sem sucesso, porque Allione roubou a bola e só rolou para Maiko Leite marcar. A segunda etapa foi mais monótona, menos chances de gol, um recuo dos comandados de Oswaldo de Oliveira. O gol de honra do Audax veio no final do jogo, num ataque rápido e uma batida na saída de Fernando Prass. Vitória tranquila do Palmeiras, que começa o ano de uma maneira totalmente oposta do final do ano passado.

O Corinthians estreou no campeonato praticamente da mesma maneira que o Palmeiras. Jogando em casa, vencendo por 3 a 0, mas o pensamento de quase todo corinthiano é o jogo do meio da semana contra o Once Caldas pela Libertadores. O jogo começou com uma surpresa na escalação, Jadson foi titular no lugar de Lodeiro, que está arrumando as malas rumo ao Boca Juniors. Isso mostra uma pequena falha no planejamento, já que Tite treinou com o jogador no time titular a pré-temporada inteira. Renato Augusto, Fagner e Guerrero marcaram para o time da casa. O time mostrou algumas falhas, como o Palmeiras também mostrou, mas que devem ser corrigidas até o jogo na libertadores. O principal é o mesmo do ano passado que a recomposição das laterais, como os dois laterais corinthianos são muito ofensivos, a cobertura fica prejudicada, e aposto que no próximo jogo o adversário pode ser mais fatal que o Marilia.

O São Paulo foi outro time que não teve grandes dificuldades para bater seu adversário. A Penapolense já mostrou ser mais frágil do que o ano passado. Para os que não lembram, ele eliminou o São Paulo nas quartas e dificultou a vida do Santos no semifinal do paulista. O jogo foi marcante para o Luis Fabiano que chegou a 200 gols com a camisa tricolor. Outro aspecto superpositivo foi Michel Bastos, que fez uma bela partida, marcando gol e dando assistência, e mostrando que pode jogar na posição do Kaká no ano passado. O autor do terceiro gol tricolor foi Reinaldo. Antes da partida começar, a diretoria anunciou a contratação de Centurion, ex-jogador do Racing da Argentina. Chega para ser um jogador que atua pelas laterais, e vai ter que disputar posição nesse forte ataque.

Para fechar a rodada dos grandes, o Santos teve uma “revanche” contra o Ituano na Vila Belmiro. O resultado era muito importante para o peixe para dar uma animada na comissão técnica, elenco e torcida porque viram, nesse primeiro mês de 2015, o clube numa enorme crise financeiro. Isso resultou em saída de importantes jogadores (Aranha, Edu Dracena e Arouca) e um fraco investimento em contratações. Em campo, o destaque foi para Geuvânio, uma das esperanças para esse ano, que fez dois gols. Chiquinho também marcou o dele e selou a vitória santista na Vila. Ricardo Oliveira e Elano, reforços para o paulista, entraram no segundo tempo e ganharam um pouquinho de ritmo de jogo.

Essa foi a primeira rodada do (longo) campeonato paulista. Do jeito que os times grandes montaram seus elencos e como está a vida financeira dos clubes pequenos, quase todas as rodadas vão ser dessa maneira, não acredito em surpresas para esse ano. A próxima rodada já acontece nesse meio de semana com exceção do Corinthians, que joga a Libertadores contra o Once Caldas na Arena Corinthians.


0 Responses to “Primeira rodada sem sustos para os grandes paulistas”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Categorias

Gabriel Mecca

Mecca Esportes
Para ficar por dentro do que acontece nos esportes no Brasil e no Mundo.

Número de Visitas

  • 161,765 hits

Me segue no twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Ocioso


%d blogueiros gostam disto: