13
jun
14

Holanda humilha a Espanha e se vinga da final

Robben se vinga de Casillas e faz dois gols

Robben se vinga de Casillas e faz dois gols (foto:ESPN)

Nunca que uma atual campeã perdeu por uma diferença tão grande de gols numa estréia de Copa do Mundo. A Holanda fez história goleando a Espanha, atual campeã, por 5 a 1, em Salvador. Um verdadeiro chocolate. Os gols foram marcados por Van Persie (2), Robben (2) e Vrij. Xabi Alonso marcou de pênalti para a Espanha. Um resultado que coloca muita pressão para a Fúria e não pode mais pensar um perder pontos na primeira fase, se não pode ter o mesmo destino que a França em 2002.

O técnico Vicente Del Bosque não teve medo de colocar um camisa 9 em campo. Diego Costa foi como titular e recebeu muitas vaias dos brasileiros que estavam presentes na Fonte Nova. Início de jogo pouco previsível, com a Espanha dominando a posse de bola e a Holanda retrancada e buscando os contra ataques. Porém, a primeira oportunidade de gol foi da laranja mecânica. Sneijder recebeu belo passe e saiu na cara do gol. O camisa 10 chutou e Casillas defendeu. A resposta dos atuais campeões foi com Diego Costa, quando recebeu bom passe de Iniesta. O atacante dominou, mas perdeu a passada e não conseguiu finalizar para o gol. Com um domínio maior no jogo, a Espanha chegou ao gol com uma pequena ajuda da arbitragem. Diego Costa recebeu e cortou o zagueiro, que não o tocou, e cavou o pênalti. O juiz foi enganado e marcou a penalidade. Xabi Alonso foi para a cobrança e abriu o placar, 1 a 0. A Holanda não se defendia bem e deixava muito espaço para os meias penetrarem; e foi numa dessas penetrações que a Espanha teve a chance de ampliar o placar. Iniesta achou David Silva, que ficou na cara do gol, mas tentou uma cavadinha e o goleiro Cillesen mandou para escanteio. A displicência que Silva teve não foi a mesma de Van Persie. Em um belo ataque, aos 44 minutos, Blind lançou o camisa 9, que cabeceou e encobriu o goleiro Casillas, marcando o primeiro golaço da Copa do Mundo, 1 a 1.

O gol no final do primeiro tempo deu moral para a laranja mecânica. Voltou marcando mais forte e mais ousado ofensivamente. Aos oito minutos, Blind fez outro ótimo lançamento, dessa vez para Robben, que recebeu e limpou a zaga para mandar para o fundo da rede e virar o jogo, 2 a 1. A Espanha sentiu o golpe. Não controlou mais a posse de bola e começou a vacilar na defesa; e em um vacilo da defesa que saiu o terceiro gol. Blind sofreu falta na lateral do campo. Sneijder levantou a bola na segunda trave, Casillas caçou borboleta, Piqué e Ramos não afastaram e Vrij cabeceou para o gol, 3 a 1. A partir daí só deu Holanda no jogo. Com o psicológico abalado, a defesa espanhola entregou o quarto gol. Em um recuo para Casillas, o goleiro dominou mal e Van Persie roubou a bola e empurrar para o gol vazio. Quando a humilhação já estava grande, Robben tratou de aumentar. Em uma bela arrancada, o camisa 11 limpou o goleiro e sacramentou a goleada, 5 a 1.

A Holanda lidera o grupo B com três pontos e saldo de quatro gols positivos. A Espanha é a lanterna. Na próxima rodada, os espanhóis enfrentarão o Chile no Maracanã. A Holanda viaja até o Rio Grande do Sul para jogar contra a Austrália.


0 Responses to “Holanda humilha a Espanha e se vinga da final”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Categorias

Gabriel Mecca

Mecca Esportes
Para ficar por dentro do que acontece nos esportes no Brasil e no Mundo.

Número de Visitas

  • 161,765 hits

Me segue no twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Ocioso


%d blogueiros gostam disto: