25
abr
11

Os quatro grandes nas semi finais

Neymar comemora gol da classificação

Neste final de semana aconteceu as quartas de final do campeonato paulista. E deu a lógica, os quatro grandes de São Paulo vão se enfrentar nas quartas de final do torneio. Os jogos não foram fáceis como alguns imaginavam, mas todo mundo já esperava. Só para lembrar, as semi finais também são jogos únicos.

Vamos começar pelo que jogou primeiro o Santos. Que na Vila Belmiro, veio motivado pela vitória na Libertadores. O time da baixada venceu por apenas 1 a 0, mas teve grande vantagem na partida. Mas quem começou melhor foi a Ponte, que logo aos 4 minutos, após a bobeada de Arouca, Renatinho ficou com a bola, mas chutou em cima do goleiro Rafael. O jogador da Ponte até tentou pegar o rebote, mas sem sucesso. Mas após este lance o Santos acordou no jogo, e começou mostrar a sua força. Aos 10 minutos, Elano cobrando falta teve sua chance, o goleiro defendeu. Neymar também tentou, mas chutou para fora. Na outra chance, não teve jeito, após bela jogada de Neymar, o atacante encheu o pé para colocar o Santos na frente, 1 a 0. O Santos optou em segurar o jogo, tocar mais a bola, para ver se aparece alguma brecha. Mas a Ponte se segurou no primeiro tempo.

Na 2ª etapa, o jogo começou como no primeiro tempo, o Santos um pouco sonolento, e a Ponte tentando o gol, mas foi difícil criar uma chance, mais posse de bola, mas com poucos chutes no gol. Aos 14 minutos o Santos acordou após bom arremate de Neymar, que passou perto do gol. Aos 22 minutos, uma baixa santista, Léo após uma dividida levou a pior e machucou o joelho, não joga o paulista. Muricy chegou mudar a equipe, colocando Keirrison, para dar mais poder de fogo. Mas não deu muito certo, pois a Ponte chegou a acertar uma bola na trave com Rômulo. A Ponte se lançou ao ataque, e deixou espaços na defesa. Aos 44 minutos, com os visitantes todos no ataque, Keirrison perdeu a chance de ouro para matar o jogo, mas a bola foi para fora. Fim de jogo, Santos na semi final.

No outro jogo de sábado, o Corinthians carimbou sua vaga, após a vitória por 2 a 1 em cima do Oeste. Com um pouco de sufoco, o time da capital vai a semi final confiante. Sobre o jogo, o Oeste queria implantar uma marcação mais forte pra cima do Corinthians, mas não foi possível, por que logo aos 9 minutos, Liédson recebeu a bola, e arrancou, chutou na saída do goleiro e abriu o placar, 1 a 0. O Corinthians continuou em cima. Bruno César, que voltou ao time titular criava todas as jogadas. Aos 29 minutos a grande chance do primeiro tempo, Bruno César recebeu de Liedson, que chutou e a zaga tirou em cima da linha. O camisa 9 do Corinthians ainda teve mais uma chance, mas foi travado pelo goleiro, aos 37 minutos. Quando todo levava a uma vantagem corinthiana, Fábio Santos arriscou de longe e a bola entrou, foi o empate do Oeste, 1 a 1, aos 46 minutos.

No 2º tempo, o Corinthians voltou disposto a voltar a frente do marcador. Após passar mal Dentinho saiu e entrou Willian. Aos 7 minutos, a primeira chance de voltar a frente com Alessandro, mas o goleiro fez ótima defesa. Aos 13 minutos, Bruno César teve mais uma ótima chance, após chute de Liedson, o camisa 10 ficou com o rebote, ele chutou, mas de novo, a zaga tirou em cima da linha. Aos 19 minutos, o gol saiu, após grande passe de Chicão, Willian fez a finta no zagueiro, e mandou uma bomba para o gol, 2 a 1. Depois do gol, os mandantes controlaram a partida, e não tomaram sustos no jogo. O Oeste até que tentou, mas a deficiência técnico atrapalhou. Fim de jogo, e outro grande na semi.

Nos jogos de domingo, o primeiro que jogou foi o São Paulo, que passou pela Portuguesa por 2 a 0. Sem Lucas, que se machucou um dia antes do jogo, o São Paulo foi a campo com Ilsinho no meio campo. O jogo começou muito no meio de campo, muitos passes e poucos chutes. As melhores chances eram nas bolas paradas. Aos 25 minutos, numa bola aérea, Dagoberto cruzou, e Miranda desviou, passando perto do gol lusitano. Aos 27 minutos, a Lusa respondeu com Marco Antônio, num chute de longo, mas Rogério defendeu. Aos 29 minutos, Rodrigo Souto foi substituído por Henrique, o volante saiu alegando dores na panturrilha. A mudança fez bem ao São Paulo, que passou tocar melhor a bola. Com esses toques, chegou ao gol aos 40 minutos, Marlos tocou para Jean, que na linha de fundo, cruzou na medida para Ilsinho fazer de cabeça, 1 a 0. No finalzinho da primeira etapa, a Portuguesa teve mais uma chance, com Marco Antônio, e mais uma vez Rogério fez a defesa.

No 2º tempo, o São Paulo voltou mais sonolento, começou a cadenciar o jogo, e priorizar a posse de bola. Foi aí que a Portuguesa começou a gostar do jogo. Começou a criar boas chances, as mais perigosas aos 29 minutos, que Rogério fez brilhante defesa, após o cabeceio de Luis Ricardo. E aos 33 minutos, Ferdinando chutou forte, e Ceni fez outra boa defesa. Mas quando tudo parecia que ia empatar, Casemirro puxou bom contra ataque, lançou Ilsinho que mandou na medida para Dagoberto matar o jogo, 2 a 0. A partir daí, a Portuguesa ficou sem reação. O jogo acabou com festa são paulina.

No último jogo dos grandes, o Palmeiras encarou o Mirassol no Pacaembu, e com um pouco de dificuldade venceu por 2 a 1. A vitória foi boa, mas poderia ter sido mais. Sobre o jogo, o Palmeiras controlou as ações logo no início do jogo. Aos 10 minutos, Valdivia recebeu a bola, limpou o zagueiro, e marcou um golaço, após o chute de fora da área, 1 a 0. O Palmeiras continuou forte no ataque, Marcos Assunção numa pancada de fora da área assustou. A melhor chance que o Palmeiras teve para ampliar foi com Tinga, após o cruzamento de Luan, o meia não alcançou a bola. Ainda no primeiro tempo, o técnico do Mirassol colocou Marcelinho no lugar de Esley, que estava quase sendo expulso. Aos 40 minutos, após o escanteio do Mirassol, o Marcelinho que entrou, pegou a sobra e empatou o jogo, 1 a 1.

Na 2ª etapa, o Palmeiras voltou acelerado para voltar a frente. Teve a chance com Luan, mas o atacante errou o cabeceio. Mas aos 11 minutos, após boa jogada de Kleber, o atacante tocou para Luan que foi travado, mas na sobra Marcio Araújo mandou a bamba para o gol, 2 a 1. Para melhorar o momento do Palmeiras, Xuxa fez falta em Kleber e foi expulso. O Palmeiras teve suas chance de ampliar, duas com Luan, que perdeu gols incríveis. Outra chance quem teve foi Rivaldo, mas o goleiro fez boa defesa. O Mirassol chegou a assustar nas jogadas aéreas, mas com pouca objetividade. No final do jogo Felipão colocou Lincoln, que deu mais gás ao meio, e saiu Valdivia aplaudido. O jogo acabou assim, 2 a 1 vaga carimbada.

Com esses resultados, os quatro grandes vão as semi finais. Os jogos são
São Paulo vs Santos ( 16h – Morumbi – sábado )
Palmeiras vs Corinthians ( 16h – Pacaembu – domingo )
Acompanhe os jogos do paulista, e os da Copa do Brasil e Libertadores no meio de semana.


0 Responses to “Os quatro grandes nas semi finais”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Categorias

Gabriel Mecca

Mecca Esportes
Para ficar por dentro do que acontece nos esportes no Brasil e no Mundo.

Número de Visitas

  • 161,756 hits

Me segue no twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Ocioso


%d blogueiros gostam disto: